quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Nietzsche

Nietzsche é o que ele critica. Ao se colocar tão contra o dogma acaba dogmatizando. Se ele tinha consciência disso seria algo fantástico.

2 comentários:

lorena disse...

Eu tava pensando nisso hoje. Não sei se já leste algo de semiótica (a ciência dos signos, da significação). Tem o chamado quadrado semiótico, um modelo que resume o processo básico de significação das coisas. E dentre as várias conclusões a que se chega por esse modelo está a do teu post: a anti-coisa não deixa de ser a mesma coisa. E daí o pensamento se desenrola ad infinitum.
........

To enrolada numa situação curiosa com um cara. No geral tá fazendo um bem enorme. Mas sabe como é, em seguida ao prazer vem o medo de perdê-lo. O bom é que ele parece sentir isso também, então as nossas inseguranças se anulam.
Ainda tas namorando?

Beijo

Dany Neris disse...

Dá pra dizer muitas coisas a respeito disso, e coisas realmente úteis pra discutir... Mas prefiro dizer que: É verdade!

( =