quinta-feira, 21 de maio de 2009

Música!

Este poema eu escreci há anos atrás. De volta ao reino da alegria escutando músiaa. Uma vida ascética e distante de antigos amigos não tem feito eu sair. Estou fadado a livros e música. Ryzzan, onde eu te acho? Saudades de ti, de conversar contigo.

O que me faz rir

Sim! Isto me faz rir
Transcedo o mundo
Faço nada mais que sentir
Mesmo em coma profundo

Glorifico as musas
Esqueço que existo
Piso em chão de plumas
De cair não tenho risco

E não há tristeza alguma
Que me faça voltar ao mundo
De qual alegre parti

A não ser que a fonte suma
E choroso ao mundo me afundo
Pois só música me faz rir

3 comentários:

lorena disse...

O amor é o grande risco. O ponto do anel em que bem e mal se encontram: o amor é o Tudo, é o Em Toda Parte. ABISMO.

Ryzzan disse...

Como é que a gente faz? Eu "me disponibilizo"... tu te dá o tempo? Por quanto tempo?
Vamos voltar a estudar computação? :)

Jeremias Berdinazi disse...

Super legal.
Esse Ryzzan é só papo com esse lance de "vamos estudar". :)
Ele dá a corda e solta...