domingo, 29 de novembro de 2009

Pais e filhos

Para mim o ser humano perfeito teria a nobreza de coração do meu pai e o simancol da minha mãe. Meu pai tem um coração de Leão... e o comportamento também. Parece um troglodita. Minha mãe é um anjo. Me deixa plenamente à vontade. Inclusive para quebrar a cara. Mas eu prefiro isso do que alguém no meu pé (caso do meu pai). Só que a minha mãe é mulher, logo, desconfio da intencionalidade de todos os seus atos. Já disse à minha mãe: "confio mais no papai do que na senhora". Não importa o que eu fizer, minha mãe sempre estará do meu lado. Um pai... bem, um pai que passa a mão na cabeça do seu filho não é digno deste título. Eu estudava em colégio particular e meu pai, com completa condição de pagar uma escola particular, me pôs em uma escola pública porque "filho dele não estudaria em colégio particular". Foram precisos dois anos chegando mais cedo em casa porque não tinha aula mais a intervenção da minha mãe para que ele me colocasse novamente em colégio particular. As mulheres reclamam da relação mãe-filha. Não imaginam a tensão que é pai-filho. A síndrome de galo do galinheiro existe. Para um homem formado ter que receber ordens de outro homem dentro de sua casa só sendo de seu pai. E olhe lá! Só que os homens se contém mais do que as mulheres, segundo me disseram ou eu li. Enfim, tem muito mais coisas, mas o post já tá grande demais.

2 comentários:

Ryzzan disse...

Eu não gosto da idéia da relação de "dono do galinheiro" entre pai e filho. Acho que isso "excita", mais que a vaidade, a soberba, de modo sombrio algumas vezes.

Enfim...

Ansioso pela surpresa. Vieram os dois comments. :)

Lorena disse...

Não vai chegar só dia 12 não. Na verdade já deve tá chegando. Faz mais de uma semana que eu enviei. Teu presente de natal :)