terça-feira, 3 de maio de 2011

Poemeto

Sussurro

Queria escrever um poema.
Algo assim: simples e profundo.
E nesse querer, aprendi uma lição:
Que as musas inspiram,
mas não ensinam.

Malvadas!

9 comentários:

Juliana. disse...

Muito bom, adorei, as vezes também fico assim!
essas musas viu! rss

Um abraço!

YasminCuevo disse...

Ih, acho que o Leone ficou puto com as musas... Ah, não dê tanto descrédito as inspirações! =X

luanda disse...

As vezes, eu fico puto mesmo. Poxa, agente quer tanto e na hora nada!!!
:)

A juliana me entende apesar de que, com certeza, deve ser uma musa também como tu, Ya.

Fora a brincadeira, é preciso muito esforço para escrever bem. É fácil culpar as musas e não fazer a sua parte. Aqui e acolá procuro fazer algo, mas é pouco para os anseios. Um dia, quem sabe...

Beijo para vcs e grato pela visita.

Leone Rocha disse...

esse comentário anterior foi eu quem fez. to no pc de um amigo e sai automaticamente.

YasminCuevo disse...

Aah, bom ter te retratado pq na certa tbm és "muso" por aí... E eu sei qeue tu sabes disso! hahaha

Beijo Léo! ;*

Juliana. disse...

A escrita é assim mesmo Leone
Um sussurro da nossa alma
Um desafogar dos nossos sentidos
Ahh e um desapegar gostoso das nossas palavras..

obs - essas musas viu rs

Bom dia!

Paulozab disse...

Pois é, sempre que acontece algo que nos inspira tem ao menos o dedo de uma...

Olha o blog do léeeeeeeeeo! :)

Lorena disse...

Tua poesia tá cheirando a Manuel Bandeira!

Leone Rocha disse...

Poxa Lóri! Grato.

O título do poema é "Sussurro". Revelo um segredo: é um título frustrado. Gostaria que fosse: "Grito".

Quem sabe um dia consigo escrever algo que mereça este título.

Abraços.