terça-feira, 25 de novembro de 2008

Fato

Desde que me apaixonei o meu Eu sumiu. Minha vida toda virou "o que o outro está pensando de mim?". Minha própria existência se materializa no pensamento do outro. Sou um reflexo do outro. O outro pensa em mim, logo existo. Como não dá para saber o que o outro tá pensando, entro em parafaso. Me procuro no outro, não me acho - nem poderia achar - e me perco. As possibilidades me matam, a dúvida me mata. Sofro de uma terrível ausência de mim. Bem, hoje em dia estou procurando me centrar em mim, no meu Eu. Tolir qualquer ânsia de querer procurar a verdade fora de mim. A única verdade que posso ter acesso é a minha verdade. E cada um tem a sua. Achar a verdade é ser verdadeiro consigo e com o outro.

5 comentários:

Dany Neris disse...

Quisera ter essa força.
De errar ao me perder, e de concgr voltar a mim.
Perdi.
Cansei.
Desisto.
Essa vida não está pra mim.

lm disse...

Tenho quase certeza de que já postaste algo com título de "Fato". Bem, já são dois.

Ryzzan disse...

Tu ainda andas com esse papo furado de verdade? Puta que o pariu. :P

Ryzzan disse...

Te amo.

lorena disse...

Show do Radiohead dia 22 de março de 2009, aqui em Sampa!

Que medo!!!